Medvedev reitera veto a resolução contra a Síria

O presidente russo Dmitry Medvedev (foto) reforçou a posição contrária do país a qualquer resolução que condene a Síria no Conselho de Segurança da ONU. Em entrevista ao jornal Financial Times, o presidente chama a resolução que autorizou a intervenção da Otan na Líbia de "pedaço de papel que acoberta uma ação militar sem sentido". Medvedev diz não querer ver uma ação contra a Síria surgir da mesma forma. "Ouvi que a resolução seria para "condenar a violência". Mas alguns signatários podem querer "condenar a violência" enviando bombardeiros", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.