Megaprojeto para mapear universo

Cientistas divulgaram ontem em Pasadena, EUA, os primeiros resultados de um megaprojeto para mapear o universo. As mais importantes delas: a descoberta do objeto mais distante já observado e um diagrama da distribuição de galáxias numa fatia do cosmo até 3 bilhões de anos-luz da Terra. Nas redondezas do nosso planeta, os astrônomos encontraram indícios de que os rochedos espaciais que formam o cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter estão agregados conforme sua composição química. Essas informações podem fornecer pistas importantes sobre a formação do sistema solar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.