AP Photo/J. Scott Applewhite
AP Photo/J. Scott Applewhite

Melania Trump volta ao cenário público no discurso de seu marido no Congresso

Primeira-dama dos EUA foi aplaudida de pé ao chegar no Legislativo americano para acompanhar o pronunciamento de seu marido, Donald Trump, sobre o Estado da União; segundo rumores que circulam em Washington, ela estaria separada do presidente

O Estado de S.Paulo

31 Janeiro 2018 | 09h52

WASHINGTON - A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, retornou na terça-feira ao foco público, após semanas de privacidade, durante o discurso sobre o Estado da União de seu marido, o presidente Donald Trump, no Congresso dos Estados Unidos.

Protestos marcam primeiro discurso de Trump sobre Estado da União

A enigmática esposa do presidente apareceu em público pela primeira vez desde que alimentou boatos em Washington ao cancelar sua viagem a Davos, na Suíça, o que fez o presidente viajar sozinho ao Fórum Econômico Mundial.

Sorridente, Melania foi muita aplaudida ao entrar no Congresso. Seu figurino contrastou com as roupas pretas das representantes democratas em solidariedade com o movimento #MeToo contra o assédio sexual. Poucos minutos depois de sua entrada, Trump chegou ao Congresso. Os dois trocaram um aceno.

No espaço reservado aos convidados de Trump para o discurso estavam um marine que pisou em um artefato explosivo no Iraque em 2007 e perdeu as duas pernas, funcionários que ajudaram a salvar as vítimas do furacão na Louisiana e Texas e pais de crianças assassinadas pela gangue MS-13. 

Trump anuncia que manterá prisão de Guantánamo aberta

Quebrando uma tradição, Melania Trump chegou separada do presidente ao Capitólio. Esposa de 47 anos de um homem de 71 conhecido pelos comentários pouco educados sobre as mulheres e que se divorciou das duas esposas anteriores, Melania é perseguida por especulações de que estaria separada do presidente. 

O discurso sobre o Estado da União foi o primeiro ato importante com a presença da primeira-dama desde a divulgação de que Donald Trump supostamente teve um caso com a estrela pornô Stormy Daniels em 2006.

Trump é acusado de ter feito um pagamento a Daniels um mês antes das eleições de novembro de 2016 para que permanecesse em silêncio. A atriz participou na noite de terça do programa  "Jimmy Kimmel Live!", no canal ABC, mas evitou responder a qualquer pergunta sobre o caso.

As opiniões e os objetivos de Melania Trump são um mistério para milhões de americanos. A primeira-dama é uma ex-modelo que uma vez posou nua no jato particular do magnata e a primeira esposa de um presidente americano nascida no exterior em quase 200 anos.

Ela passou os primeiros meses como primeira-dama em Nova York e se negou a morar na Casa Branca até que o filho Barron completasse o ano escolar. Fala pouco em público e raramente é vista em Washington. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.