Membro da OLP nega formação de governo de coalizão

Yasser Abed Rabbo, membro da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), negou que o presidente Mahmoud Abbas e o primeiro-ministro Ismail Haniyeh tenham chegado neste sábado a um acordo para a formação de um governo de união nacional nos próximos dez dias.As declarações de Rabbo ocorrem após uma reunião do comitê executivo da OLP realizada na cidade de Ramala, e presidida por Mahmoud Abbas, que viajou neste sábado à cidade.Nabil Abu Rudeina, porta-voz do presidente palestino, havia afirmado na Cidade de Gaza que "dentro de dez dias, o mecanismo para formar este novo governo seria discutido e estipulado"."Estas declarações são um exagero otimista, que reflete as boas intenções ao invés da realidade", afirmou Abed. "O governo do Hamas ainda nega os princípios políticos básicos dos quais deveria depender o próximo Governo", afirmou o porta-voz, em alusão às discussões entre o Hamas e a organização Fatah, do presidente palestino, sobre a formação de um governo de união nacional.Segundo Abed, o "Hamas mantém a posição de rejeitar a plataforma política de Mahmoud Abbas, a iniciativa de paz árabe, e os acordos assinados pela Organização para a Libertação da Palestina".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.