Membro de família real está detido em Guantánamo

Um dos membros da família real do Bahrein, pequeno país do Golfo Pérsico, está detido entre os supostos militantes da Al-Qaeda, a rede terrorista de Osama bin Laden, na prisão estabelecida na base americana de Guantánamo, em Cuba. A informação, dada pelo xeque Ibrahim bin Mohammed al-Khalifa, foi citada hoje pelo jornal árabe Asharq al Awsat (de propriedade saudita).Segundo al-Kahlifa, concunhado do soberano Hamad bin Isa al-Khalifa, seu filho, o xeque Salman, de 23, foi detido no Paquistão e entregue às autoridades americanas. As forças americanas o detiveram em Guantánamo, junto com outros cinco cidadãos barenitas capturados no ano passado na ofensiva militar americana no Afeganistão.

Agencia Estado,

07 de novembro de 2002 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.