Membro do atual governo defende aliança com radicais

O mulá Abdul ?Rocketi? é deputado no Parlamento afegão. Ex-mujahedin, ele teria derrubado um helicóptero soviético com um foguete (?rocket?, em inglês) disparado de seu ombro, o que lhe rendeu o posto de comandante militar do Taleban. Rocketi chegou a ser preso e interrogado pelos americanos, com quem teria feito um acordo. "Quando os soviéticos foram embora, os mujahedin se dividiram e veio outra guerra, ainda pior. O Taleban trouxe esperança de ordem e paz", diz Rocketi em sua casa, onde recebeu o ?Estado?. Na sala de paredes mofadas, ele fala sem se dirigir à repórter, mulher, como se estivesse ali somente o tradutor, que explica: "Você tira um homem do Taleban, mas não o Taleban de dentro dele". Rocketi diz que aceitou integrar o governo de Karzai porque trazia "esperança de uma vida melhor". "Os afegãos se desapontaram. A solução é um governo de coalizão com o Taleban."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.