Membro do Hamas é assassinado na Cisjordânia

Um militante da organização islâmica Hamas foi encontrado morto neste domingo, com vários tiros espalhados pelo corpo em sua casa na cidade de Qalqilya, na Cisjordânia, disseram fontes policiais. Fontes palestinas disseram que Abdel Rahman Hamad, de 35 anos, foi assassinado pelas forças israelenses quando encontrava-se deitado em sua cama. A Rádio Israel, citando fontes palestinas, informou que Hamad era membro do Hamas e poderia ter sido assassinado por franco-atiradores posicionados perto de sua casa. Fontes militares israelenses disseram que Abdel Rahman Hamad era responsável pelo atentado contra uma discoteca de Tel Aviv que deixou 23 mortos em 1.º de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.