Membros da Al-Qaeda são condenados à morte por atentados

A corte militar da Jordânia condenou à morte, nesta quinta-feira, 15, quatro militantes da Al-Qaeda ligados a ataques terroristas contra jordanianos no Iraque. O suposto líder do grupo, Ziad Khalaf Raja al-Karbouly, foi acusado de comandar 14 ataques a caminhões de transporte de carga jordanianos. Preso em maio de 2006, al-Karbouly confessou ter matado um motorista de caminhão no Iraque.Outros três acusados são foragidos. Segundo a corte, os acusados estão escondidos no Iraque.A corte também indiciou outros 10 suspeitos no caso. Eles foram sentenciados a 15 anos de prisão com prestação de serviço na carceragem.A rede terrorista Al-Qaeda, cujo principal líder é o milionário afegão Osama bin Laden, é responsável por diversos ataques com bombas e atentados suicidas em diversas partes do mundo, mas principalmente no Oriente Médio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.