Omar Faruk / Reuters
Omar Faruk / Reuters

Membros da ONU definem metas para acabar com a pobreza e a fome em 15 anos

Secretário-geral diz que plano visa garantir paz e prosperidade, além de estabelecer parcerias com as pessoas e o planeta

O Estado de S. Paulo

03 de agosto de 2015 | 15h41

NOVA YORK - Os 193 países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) chegaram a um acordo sobre uma nova agenda de desenvolvimento para os próximos 15 anos que pretende erradicar a pobreza e a fome, alcançar a igualdade de gênero, melhorar as leis, e tomar medidas urgentes para combater a mudança climática.

O projeto do acordo alcançado no domingo, 02, enumera 17 objetivos com 169 metas específicas sobre questões que vão desde o fim da pobreza "em todas as suas formas e em toda parte" até a garantia de uma educação de qualidade, energia acessível e confiável, e proteção do meio ambiente.

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável será adotada em uma cúpula da ONU antes da reunião anual de líderes mundiais na Assembleia Geral no final de setembro. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que o plano "procura garantir a paz e a prosperidade e estabelecer parcerias com as pessoas e o planeta".

Os 17 novos objetivos sucederão as oito metas de Desenvolvimento do Milênio adotadas pelos líderes mundiais há 15 anos.

Em seu relatório final no mês passado sobre os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio, Ban Ki-moon disse que seu esforço ajudou a tirar mais de um bilhão de pessoas da extrema pobreza, permitiu que mais meninas fossem à escola e trouxe resultados sem precedentes na luta contra doenças como a Aids.

No entanto, ele disse que a desigualdade persiste, com 80% das pessoas vivendo com menos de US$ 1,25 por dia em algumas regiões da Ásia e da África Subsaariana. /ASSOCIATED PRESS.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUfomepobreza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.