Membros de facção árabe sequestram governador de Jenin

O governador palestino em exercício de Jenin (norte da Cisjordânia), Haider Irsheid, de 50 anos, foi agredido e sequestrado neste sábado por membros das Brigadas dos Mártires de Al Aqsa. Testemunhas que estavam no local disseram que Haider Irsheid estava dirigindo seu carro pelo centro da cidade, quando foi atacado pelos militantes, os quais fazem parte de uma facção armada da Fatah, o grupo político de Iasser Arafat. O líder local das Brigadas dos Mártires de Al Aqsa, Zakariye Zubeydi, teria dito que o governador colaborou com Israel em crimes contra o povo da região. Testemunhas disseram que Haider Irsheid foi levado para um acampamento de refugiados nas proximidades de Jenin.

Agencia Estado,

19 Julho 2003 | 09h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.