Membros de gangues matam 15 pessoas no Paquistão

Dezenas de membros de gangues revoltados com a morte de um de seus líderes abriram fogo contra pessoas do lado de fora de um mercado nesta quarta-feira em Karachi, no sul do Paquistão, matando 15 pessoas, disse a polícia do país.

AE, Agência Estado

12 de março de 2014 | 15h21

Os homens armados usaram metralhadoras e granadas no ataque que feriu mais de

40 pessoas no bairro de Lyari, disse o oficial da polícia Shah Nawaz. Karachi é a capital da província sulista de Sindh.

Nawaz disse que uma notória gangue foi responsável pelos ataques e que buscas estavam em curso na noite de quarta-feira (horário local) para encontrar e prender os responsáveis pela violência. "Eles não ficarão sem punição", afirmou.

Outro policial, Abdul Khaliq Sheikh, disse que a guardas da polícia e paramilitares perseguiram os suspeitos e mataram oito a tiros. Segundo ele, apoiadores de um líder de gangue morto durante a madrugada em um tiroteio com a polícia estavam por trás da violência. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
paquistãoganguestiroskarachi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.