Membros do Hamas chegam em Moscou

O ministro de relações exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse nesta sexta-feira que o Hamas não terá futuro se o grupo extremista falhar em se transformar em um verdadeiro partido político. Lavrov fez esses comentários quando a comissão do Hamas chegou em Moscou. O ministro diz que após as eleições do parlamento palestino, o Hamas necessita "demonstrar que seu braço armado se legitimará como parte das forças de seguranças palestinas". O chanceler russo participou de uma reunião com o líder político exilado do Hamas, Khaled Mashaal, na visita de maior importância desde que o grupo extremista foi eleito em janeiro. Ao sair da reunião, Khaled se mostrou entusiasmado pelas conversas de alto nível que manteve com Lavrov e outros funcionários russos. Para o líder palestino, as negociações foram abertas e construtivas.

Agencia Estado,

03 Março 2006 | 12h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.