Memorando alertava Bush antes do 11/9, dizem fontes

Um informe sobre ameaças terroristas enviado em 6 de agosto de 2001 ao presidente George W. Bush incluía informações de que vários agentes federais estavam investigando, já há três meses, informações sobre uma conspiração para um possível ataque em território americano, segundo várias pessoas que viram o memorando.O comunicado também assinalava que o desejo do líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, de atacar os EUA havia sido expresso quatro anos antes de o presidente Bush assumir a presidência. Entre os planos em curso, havia um que tratava justamente do seqüestro de aviões comerciais. As fontes disseram que houve um comunicado vindo dos serviços de inteligência intitulado "Bin Laden está decidido a atacar o território dos Estados Unidos".As mesmas fontes esperam que o governo do país quebre o sigilo e divulgue o conteúdo do comunicado na próxima semana. O documento agora é considerado como um ponto-chave de interesse para a comissão bipartidária que investiga os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001 contra Washington e Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.