Menem abre concurso para escolher cabeleireiro

O ex-presidente argentino Carlos Menem busca um profissional para cuidar de sua cabeleira, marca registrada da época em que ocupou a Casa Rosada, de 1989 a 1999. Para isso, segundo o jornal Perfil, ele abriu um concurso para o posto e a competição está na reta final. Após duas árduas provas de tingimento e penteado dos cabelos de Menem - observadas atentamente por um dos assessores do ex-presidente - restaram cinco candidatos a um salário de US$ 1.600. As exóticas costeletas de Menem pretendiam emular seu ídolo histórico, o caudilho Facundo Quiroga (do qual Menem acreditava ser a reencarnação).Durante seu mandato, Menem pôs o cabeleireiro Tony Cuozzo a seu serviço especial e instalou uma cadeira de cabeleireiro no avião presidencial, o Tango 01.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.