Menem é absolvido por tráfico de armas

O ex-presidente argentino Carlos Menem foi absolvido ontem da acusação de contrabando de armas. O processo, iniciado em 2008, investigava a venda ilegal de 6.500 toneladas de armas para Equador e Croácia entre 1991 e 1995. Menem teria assinado três decretos autorizando o envio do equipamento para Panamá e Venezuela - embora o destino final fosse Croácia e Equador. Na época, havia um embargo de armas da ONU sobre a Croácia e a Argentina mediava o conflito fronteiriço entre Equador e Peru. A promotoria disse que recorrerá da decisão. / AFP

, O Estado de S.Paulo

14 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.