Menina morre após entrar em coma em consultório de dentista nos EUA

Uma menina americana de 5 anos que entrou em coma após receber anestesia local durante sua visita ao dentista no sábado passado, morreu num hospital de Chicago (Illinois). Membros da família informaram que ela recebeu uma dose tripla de sedativos quando foi ao dentista por causa de duas cáries. Diamond Brownridge permaneceu em estado de coma e foi mantida viva com aparelhos de respiração artificial, explicou uma porta-voz do hospital de crianças Memorial, Julie Pesch. O dentista, Hicham Riba, tem experiência em administrar anestesia e recebeu licença oficial, segundo Susan Hofer, uma porta-voz do Departamento de Regulamentação Profissional de Illinois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.