Kayhan Ozer/Presidential Palace via REUTERS
Kayhan Ozer/Presidential Palace via REUTERS

Menina síria que escreve sobre vida em Alepo se encontra com Erdogan

Bana Alabed, conhecida por seus tuítes que descrevem o cotidiano em meio aos bombardeios na cidade síria, conheceu o presidente russo no palácio presidencial em Ancara

O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2016 | 10h19

ISTAMBUL, TURQUIA - A menina síria de 7 anos que chamou a atenção do mundo com suas publicações no Twitter sobre a guerra na cidade de Alepo e seu cotidiano em meio aos bombardeios se encontrou com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, no palácio presidencial em Ancara na quarta-feira.

Fotos publicadas na conta oficial de Erdogan no Twitter mostraram o presidente abraçado com Bana Alabed ao lado de alguns parentes.

A menina síria e sua mãe, Fatemah, foram retiradas nesta semana em segurança de Alepo junto a 25 mil outras pessoas que estavam na parte leste da cidade, controlada pelos rebeldes. A Turquia apoia os opositores do presidente sírio, Bashar Assad.

"Fiquei satisfeito por ter hospedado Bana Alabed e sua família no Complexo Presidencial hoje. A Turquia sempre estará com o povo da Síria", disse Erdogan na quarta-feira em sua conta oficial no Twitter.

Ajudada por sua mãe, que gerencia a conta de Bana, a menina publicou fotos e vídeos de sua vida durante a guerra síria de quase seis anos, ganhando mais de 350 mil seguidores na rede social desde setembro.

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, disse que Bana e sua mãe foram retiradas de Alepo para serem levadas à Turquia com sua família. A eventual partida de milhares de pessoas deixadas na zona insurgente de Alepo dará o controle total da cidade a Assad. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.