Meninas belgas foram estranguladas; uma delas, estuprada

Duas estudantes belgas cujos corpos foram encontrados na quarta-feira, depois de três semanas de buscas, morreram estranguladas, sendo que uma delas mostrava sinais de estupro, informou nesta quinta-feira a promotora Anne Bourguignon.Segundo ela, as autópsias indicaram que as duas garotas morreram por sufocamento como resultado de estrangulamento. Os corpos das duas meninas - as meias-irmãs Stacy Lemmens, de 7 anos, e Nathalie Mahy, de 10 - foram encontrados pela polícia cobertos por vegetação numa vala ao longo de uma ferrovia na cidade de Liège, no leste da Bélgica."Podemos dizer que Stacy Lemmers foi puxada pelos dois braços. Ela apresenta marcas de estrangulamento no pescoço. Nathalie Mahy também mostra traços de estrangulamento. Ela também apresenta sinais de que foi estuprada", disse a promotora a jornalistas.O pedófilo convicto Abdallah Aid Oud, de 39 anos, foi acusado pelo seqüestro das meninas e é mantido sob custódia da polícia desde 13 de junho. Ele nega qualquer envolvimento no caso.O seqüestro seguido de assassinato das duas garotas fez ressurgir lembranças dolorosas para a Bélgica. Em 1995, o pedófilo Marc Dutroux seqüestrou das ruas da mesma Liège as meninas Julie Lejeune e Melissa Russo, ambas com 8 anos. Ele manteve as garotas trancadas num porão por vários meses enquanto cumpria pena por um outro crime. As meninas morreram de inanição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.