Menino de 4 anos é encontrado sozinho no deserto da Síria

O Estado de S.Paulo,

18 de fevereiro de 2014 | 02h02

Foto: Andrew Harper/Divulgação MAFRAQ,  JORDÂNIA - Andrew Harper, funcionário do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur) registrou no domingo uma das imagens mais marcantes da guerra civil na Síria: o momento em que o garotinho Marwan, de 4 anos, foi encontrado perambulando sozinho no deserto sírio. O menino caminhava obstinadamente, levando apenas uma sacola de plástico com água, comida e alguns pertences.

De acordo com Andrej Mahecic, porta-voz do Acnur, caminhar pelo deserto é arriscado em razão do frio à noite e do fogo cruzado entre rebeldes e forças do governo sírio. "É impossível um menino de 4 anos cruzar o deserto sozinho. Por isso, acreditamos que ele tenha se perdido da família durante a noite, na fuga para a Jordânia."

Não está claro ainda quanto tempo Marwan esteve sozinho no deserto, mas a história teve um final feliz. Segundo Harper, ele foi levado por funcionários do Acnur e reencontrou sua mãe no campo de refugiados de Zaatari, na Jordânia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.