Menino de 5 anos mata irmã acidentalmente nos EUA

Um menino de cinco anos atirou acidentalmente e matou sua irmã de dois anos, usando um rifle que ganhou de presente no ano passado, segundo informaram autoridades de Kentucky, nos Estados Unidos. A garota foi atingida por uma única bala na região do tórax. A mãe das crianças encontrava-se no local quando aconteceu o acidente, na tarde de terça-feira. Ela estava na varanda da casa quando ouviu o disparo, segundo o médico legista Gary White.

Agência Estado

01 de maio de 2013 | 16h52

O rifle estava ao alcance da criança e, segundo a autoridade, a família não sabia que a arma estava carregada. De acordo com White, o rifle foi feito especialmente para crianças. A arma é da marca Crickett, empresa especializada em fabricar armas, roupas e livros para meninos e meninas. O slogan da companhia é "Meu primeiro rifle", e o site tem uma área com fotos de crianças praticando tiro e caçando pássaros e veados. Ainda não se sabe se haverá algum tipo de punição à família, segundo o porta-voz da polícia de Kentucky.

Apesar de acidental, a morte traz à tona o debate sobre o controle de armas, que divide opiniões nos Estados Unidos. Enquanto muitas regiões urbanas trabalham para manter as armas fora do alcance dos jovens, não é raro que, em áreas rurais, crianças ganhem armamentos para praticar tiro e caça.

Um pacote de medidas para o controle de armas proposto pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, após o assassinato de 20 crianças e seis adultos numa escola em Connecticut, em dezembro do ano passado, tem sido rejeitado no Congresso por enquanto. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAmeninomortearma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.