Government Spokesman Bureau/Handout via
Government Spokesman Bureau/Handout via

Meninos tailandeses resgatados em caverna vão assistir à gravação da final da Copa

Hospital onde os garotos estão internados não autorizou a transmissão ao vivo da partida entre França e Croácia por causa do processo de recuperação

O Estado de S.Paulo

15 Julho 2018 | 11h55

Os doze garotos tailandeses e o treinador de futebol, resgatados na última terça-feira de uma caverna onde ficaram presos durante 18 dias, não vão assistir ao vivo a final da Copa do Mundo, entre França e Croácia, neste domingo, 15.

De acordo com um comunicado oficial do Hospital Prachanukroh, de Chiang Rai, “a final será transmitida muito tarde na Tailândia” (22h de Brasília) - horário considerado incompatível para o descanso dos meninos – “e queremos evitar que olhem muito para as telas”. A ideia, então, é gravar a partida e exibir na sala onde estão internados em um horário mais adequado.

A Fifa, maior entidade do futebol e organizadora da Copa do Mundo, convidou os 12 garotos e o treinador para acompanharem a partida em Moscou, palco da final. Mas a equipe médica responsável recusou a oferta por estarem ainda em recuperação, com previsão de alta para a próxima quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.