Menor pediu 5 milhões de euros a Berlusconi por silêncio

Karima el-Maghoud, a dançarina marroquina conhecida como Ruby que esteve ao menos oito vezes na casa do premiê italiano, Silvio Berlusconi, entre fevereiro e maio de 2010, teria pedido 5 milhões de euros para não revelar seu caso, segundo um telefonema grampeado que ela fez à mãe de um ex-namorado. De acordo com outro telefonema feito por Ruby a uma amiga, Berlusconi sabia que ela era menor de idade. "Vou à casa dele desde que tinha 16 anos", disse Ruby, acrescentando que ele lhe havia oferecido dinheiro para manter segredo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.