'Mensalão' já tem 20 anos

O jornal espanhol El País publicou o que chamou de documentos secretos do ex-tesoureiro do PP Luis Bárcenas, que traziam nomes e montantes recebidos durante anos por alguns membros da legenda. O dinheiro não declarado teria vindo de empresas, principalmente do setor de construção. As doações foram registradas a partir de 1990 e abrangem o período do boom imobiliário que precedeu a quebra que mergulhou a Espanha em uma crise financeira há cinco anos.

O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2013 | 02h03

Só o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, teria recebido 25 mil por ano por mais de uma década.

Segundo a imprensa espanhola, apenas parte das doações eram contabilizadas e o restante iria para um caixa 2. O escândalo irritou a população espanhola, principalmente porque Rajoy tem exigido duros sacrifícios dos espanhóis no momento em que o país luta contra a recessão e uma taxa de desemprego de 25%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.