'Mercador da morte' é condenado nos EUA

O traficante de armas russo Viktor Bout foi condenado ontem por um tribunal federal nos EUA por conspiração para matar americanos, tráfico de armas e terrorismo. Caso perca a apelação, pode ser sentenciado à prisão perpétua. Bout, que ficou conhecido como "mercador da morte", diz ser inocente. "Sustento minha opinião de que Viktor está sendo acusado injustamente", disse seu advogado Albert Dayan. Bout, cuja vida inspirou o filme O Senhor das Armas, é considerado pelo governo americano e pela ONU um dos principais traficantes de armamentos do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.