Mercados de previsão política vêem Obama derrotando Hillary

Traders que apostam no resultado daeleição presidencial norte-americana estão colocando suasfichas fortemente na vitória do senador por Illinois BarackObama sobre a ex-primeira-dama Hillary Clinton para a nomeaçãodo Partido Democrata e, por fim, na conquista da Presidência. Obama, cuja campanha arrematou quatro prévias estaduaiscontra Hillary no fim de semana, era negociado por volta de 70nesta segunda-feira em Dublin, no mercado Intrade de previsões,com sede na Irlanda. Isso significa que os operadores acreditam numa chance de70 por cento de ele ser o candidato presidencial democrata paraa eleição em novembro. Hillary, que substituiu a coordenadorade sua campanha, era negociada a 30 por cento, segundo dados dosite do Intrade. Traders do Iowa Electronic Markets, uma bolsa sem finslucrativos mantida por pesquisadores na University of Iowa,possuíam expectativas semelhantes, com Obama a 70 por cento dechance de vencer e Hillary com 27 por cento. Pesquisadores que estudam mercados de previsão políticadizem que o poder de previsão destes meios é comparado ao depesquisas de opinião. Os contratos são geralmente estruturadospara que os preços possam ser lidos a partir da probabilidadede um candidato vencer a corrida. O senador do Arizona John McCain é visto como favorito aconquistar a indicação republicana, com os operadores dando aele 95 por cento de chance no Intrade. O Intrade deu a Obama uma chance de 46 por cento de vencera disputa geral pela Presidência, contra 33 por cento de McCaine 20 por cento de Hillary.

REUTERS

11 de fevereiro de 2008 | 17h00

Tudo o que sabemos sobre:
EUAELEICAOMERCADOSPREVISAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.