Mercosul discutirá documento contra queda de Lugo

Os chanceleres dos países integrantes do Mercosul discutirão, na quinta-feira, um documento que condena duramente a destituição do ex-presidente Fernando Lugo da presidência do Paraguai, informa o site do jornal paraguaio ABC.

PRISCILA ARONE, Agência Estado

27 de junho de 2012 | 14h02

Segundo uma fonte do Ministério de Relações Exteriores da Argentina, "está prevista a elaboração de um documento que condena o Paraguai pela destituição de Lugo "que será apresentado aos presidentes" do bloco no encontro de sexta-feira.

Lugo decidiu não participar da cúpula do bloco, afirmando que não quer pressionar os participantes nem influenciar nas decisões tomadas durante a reunião. O Paraguai teve suspenso o direito de participar do encontro, que acontece na cidade de Mendoza, na Argentina, embora o Mercosul não pretenda impor sanções econômicas ao país. O bloco absorve 55% das exportações paraguaias, segundo dados do Banco Central paraguaio.

Após a reunião do Mercosul, haverá uma reunião de ministros de Relações Exteriores da União das Nações sul-americanas (Unasul), organização que engloba os 12 países da região, que também vai publicar um documento de reprovação ao novo governo paraguaio, liderado pelo ex-vice de Lugo, Frederico Franco, afirmou a fonte.

Jornais paraguaios também destacam a realização de protestos em várias partes do país em defesa de Lugo. Os manifestantes fecham ruas e se concentram em espaços públicos.

No departamento (Estado) de San Pedro foram registradas manifestações em nove cidades. Em Concepción há manifestações na capital Horqueta e uma estrada foi fechada, segundo o site do jornal La Nacion

Há protestos também em Ciudad del Este, mas a mais significativa delas acontece na Ponte da Amizade, que liga a cidade a Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná.

Na Argentina também ocorrem protestos sobre a ponte internacional San Roque González de Santa Cruz, que une a cidade paraguaia de Encarnación a argentina Posadas.

Mais conteúdo sobre:
ParaguaipolíticaLugo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.