Mergulhadores começam a cortar casco do Kursk

Um grupo de mergulhadores começou hoje a abrir um buraco no casco do naufragado submarino nuclear Kursk como parte dos preparativos para levar a embarcação à superfície dentro de algumas semanas, informou a imprensa russa. Os mergulhadores, que chegaram à região a bordo do barco norueguês Mayo, que serve como base para a recuperação do submarino, começaram a cortar o casco no quinto compartimento da embarcação, informaram a televisão russa e a agência de notícias Interfax. O submarino Kursk foi a pique em 12 de agosto de 2000 durante uma manobra de treinamento no Mar de Barents, ao norte de Rússia. No acidente, morreram todos os 118 tripulantes da nave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.