Yudha Manx / AFP
Yudha Manx / AFP

Mergulhadores entram pela 1ª vez no corpo do avião da AirAsia

Equipes indonésias resgataram seis corpos, levando o total de cadáveres recuperados para 65; há mais dentro da aeronave

O Estado de S. Paulo

23 de janeiro de 2015 | 15h55

Mergulhadores indonésios conseguiram entrar pela primeira vez nesta sexta-feira, 23, na fuselagem do Airbus da AirAsia, que caiu no dia 28 no estreito de Karimata, próximo da costa da Ilha de Bornéu. 

Eles resgataram seis corpos, levando o total de cadáveres recuperados para 65. Autoridades indonésias dizem que mais corpos foram descobertos, mas estavam em locais de difícil acesso para a equipe de busca.


"Hoje, tiramos seis cadáveres do interior da fuselagem", afirmou o chefe de operações da Agência Nacional de Busca e Resgate, Suryadi Bambang Supriyadi. "Há alguns outros corpos ali, mas sua posição em meio a outros escombros dificulta a ação de nossos mergulhadores." 

A AirAsia disse que 155 passageiros estavam a bordo do voo QZ-8501 durante a queda: 138 adultos e 16 crianças, incluindo um recém-nascido. A tripulação contava com dois pilotos e cinco comissários. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
IndonésiaAirAsiavoo QZ-8501

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.