Merkel culpa Rússia por problemas na Ucrânia

Merkel culpa Rússia por problemas na Ucrânia

Segundo porta-voz, a chanceler alemã demonstrou preocupações com relatos de envio de armas para separatistas

Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2014 | 13h01

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, culpou hoje a Rússia por minar o acordo de paz da Ucrânia após uma conversa telefônica com o presidente ucraniano, Petro Poroshenko.

"Merkel e Poroshenko mostraram preocupação com as violações cada vez mais frequentes do cessar-fogo e com relatos de que separatistas no leste da Ucrânia receberam mais armas da Rússia", afirmou Steffen Seibert, um porta-voz de Merkel, em comunicado.

Segundo Seibert, o acordo de cessar-fogo, assinado pela Ucrânia e separatistas pró-Moscou em setembro, continua sendo a "base certa" para a melhora da situação no país. A solução da crise, disse ele, depende do monitoramento da fronteira entre a Ucrânia e a Rússia e da retirada de combatentes ilegais e de equipamentos militares do território ucraniano.

De acordo com o comunicado, "a Rússia precisa fazer sua parte na implementação (do cessar-fogo) e influenciar os separatistas nesse sentido, em vez de contribuir para a erosão do acordo". Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaRússiaUcrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.