Frederik Von Erichsen/EFE
Frederik Von Erichsen/EFE

Merkel defende prorrogação de controle de fronteiras na União Europeia

Vários países europeus, incluindo a Alemanha, retomaram os controles de identidade nas fronteiras em 2015, ante a chegada em massa de refugiados procedentes de países como Síria, Iraque e Afeganistão

O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2017 | 12h12

BERLIM -  A chanceler alemã, Angela Merkel, se mostrou nesta terça-feira, 29,  favorável a uma prorrogação dos controles nas fronteiras do espaço Schengen, apesar da previsão da Comissão Europeia para o retorno da livre circulação até novembro. 

"Dada a situação atual, necessitamos dos controles nas fronteiras", disse Merkel durante uma entrevista coletiva em Berlim. 

A prorrogação dos controles será um dos temas abordados durante o encontro entre Merkel e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, na quarta-feira em Berlim. 

Vários países europeus, incluindo a Alemanha, retomaram os controles de identidade nas fronteiras em 2015, ante a chegada em massa de refugiados procedentes de países como Síria, Iraque e Afeganistão. 

A Alemanha, principal destino dos demandantes de asilo, recebeu mais de um milhão de pessoas desde 2015. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.