Merkel diz a Putin que referendo na Crimeia é 'ilegal'

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse neste domingo ao presidente russo, Vladimir Putin, que considera "ilegal" o referendo que será feito na Crimeia neste mês para decidir sobre a incorporação da península ao território russo. "A chanceler reforçou vigorosamente a posição alemã de que o chamado referendo de 16 de março sobre a Crimeia é ilegal. Contradiz constituição ucraniana e a lei internacional", disse o porta-voz de Merkel, Steffen Seibert, referindo-se a um telefonema entre os dois líderes. Fonte: Dow Jones Newswires.

AE, Agência Estado

09 de março de 2014 | 14h22

Tudo o que sabemos sobre:
RÚSSIACRISEALEMANHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.