Merkel diz que é preciso manter conversas com a Rússia

A porta-voz da chanceler alemã Angela Merkel, Christiane Wirtz, afirmou que é importante continuar as conversas com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, apesar das discordâncias sobre a Ucrânia. Christiane disse que Merkel "tem conversado com o presidente russo por meses, desde o início da crise" e "escutado o que ele tem a dizer".

Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2014 | 19h53

Com o cessar-fogo completamente arruinado na Ucrânia e o recente reforço de comboios nas áreas rebeldes, alguns líderes europeus pediram mais sanções contra a Rússia e os separatistas ucranianos apoiados por ela.

Merkel indicou no começo desta semana que é a favor de colocar mais líderes rebeldes na lista de sanções, mas não citou aumentar as sanções econômicas contra Moscou.

Em uma entrevista na agência estatal russa TASS, Putin afirmou que "não notou" qualquer rompimento entre ele e Merkel. Ele acrescentou que, na política, a Rússia é "guiada por interesses, não por simpatias ou antipatias pessoais". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.