Merkel: eleições na Ucrânia devem ser livres e justas

A primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, apelou que as eleições na Ucrânia deste final de semana sejam "livres e justas".

AE, Agência Estado

23 Maio 2014 | 12h21

"Espero que a eleição presidencial da Ucrânia possa ser conduzida do modo mais livre e justo possível", disse a chanceler na reunião anual para executivos da indústria na Câmara de Comércio Americana na Alemanha.

Merkel não entrou em mais detalhes a respeito do assunto. As eleições de domingo serão as primeiras realizadas após a derrubada do presidente Viktor Yanukovich por manifestantes pró-União Europeia e posterior anexação da península da Crimeia pela Rússia, depois de um referendo contestado pelas potências ocidentais.

A primeira-ministra alemã também fez comentário a respeito das negociações para criação de um acordo de livre comércio transatlântico entre EUA e União Europeia. Merkel classificou o pacto como o "caminho menos caro" para estimular o comércio entre as duas partes e, consequentemente, o crescimento econômico. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Ucrânia eleições Merkel

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.