Merkel lamenta não realização de reunião sobre Ucrânia

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, neste sábado, lamentou que a reunião prevista do grupo de contato sobre o leste da Ucrânia envolvendo todos os signatários dos acordos de Minsk não aconteceu.

Estadão Conteúdo

28 de dezembro de 2014 | 12h37

Merkel, pediu também, em uma conversa por telefone com os presidentes do Casaquistão e da Ucrânia, na noite de sábado, para que o governo russo use sua influência sobre os separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia para finalmente implementar a linha de contato acordada em Minsk, que será necessária para estabilizar a situação, de acordo com um comunicado o gabinete da chanceler alemã. O grupo de contato inclui Rússia, Ucrânia e a Organização da Segurança e Cooperação na Europa.

Nas conversações por telefone com o presidente do Casaquistão, Nursultan Nazarbayev, e com o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, Merkel elogiou a troca de prisioneiros entre o governo ucraniano e os separatistas. Os três líderes concordaram em continuar em contato, segundo o comunicado da chanceler. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
MerkelReuniãoUcrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.