Merkel pede a Israel fim da violência na Faixa de Gaza

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, conversou neste sábado por telefone com o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, e pediu que ele ponha um fim à violência na Faixa de Gaza o mais rápido possível, segundo o governo alemão.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2012 | 16h13

Israel tem o direito de se defender, e o primeiro-ministro Netanyahu tem o dever de proteger a população israelense, disse Merkel por telefone. Ambos os líderes concordaram que deve haver um cessar-fogo completo para se evitar mais derramamento de sangue, de acordo com um comunicado à imprensa divulgado pelo governo alemão. Não foi revelado se a ligação partiu de Merkel ou de Netanyahu.

A chanceler também falou por telefone com o presidente egípcio, Mohamed Mursi, e ressaltou o papel importante do Egito numa situação como esta. No telefonema, Merkel disse que Mursi deveria pedir às facções palestinas que cessem os ataques a Israel. A chanceler também expressou suas condolências pelo acidente entre um trem e um ônibus que transportava crianças no sul do Egito, que deixou pelo menos 49 mortos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGazaataquesmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.