Merkel pede que Putin apoie cessar-fogo

Em conversa telefônica, Merkel se mostrou preocupada quanto ao apoio que Rússia está dando a separatistas ucranianos

Estadão Conteúdo

06 de agosto de 2014 | 17h01

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, conversou por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, nesta quarta-feira e expressou sua preocupação com o fato de separatistas ucranianos da região de Donbas terem recebido reforços da Rússia, informou a porta-voz do governo alemão. Merkel também pediu a Putin que ele motive os separatistas para que concordem com o cessar-fogo bilateral e trabalhem pela estabilização da Ucrânia.

A porta-voz não mencionou, porém, a decisão de Putin de impor limites à importação de alimentos e produtos agrícolas vindos de países que tenham decretado sanções à Rússia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHARÚSSIAUCRÂNIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.