Merkel pede que Putin 'pare o fluxo de armas à Ucrânia'

O porta-voz de Merkel, Steffen Seibert, afirmou em depoimento que os dois líderes conversaram no final da tarde desta sexta-feira, antes da reunião entre Rússia, Ucrânia, Alemanha e França

Estadão Conteúdo

15 de agosto de 2014 | 18h22

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pressionou o presidente russo, Vladimir Putin, para que acabe com o envio de suprimentos e grupos militares para a Ucrânia. O porta-voz de Merkel, Steffen Seibert, afirmou em depoimento que os dois líderes conversaram no final da tarde desta sexta-feira, antes da reunião entre Rússia, Ucrânia, Alemanha e França planejada para o domingo.

Ele disse que a chanceler pediu que Putin contribua para desestimular a situação e dê fim ao "fluxo de bens militares, conselheiros e grupos armados através da fronteira com a Ucrânia". Merkel também disse esperar que os comboios carregando ajuda humanitária cheguem logo aos seus destinatários. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.