Merkel reforça em Paris aliança franco-alemã

O Hino Nacional da Alemanha ecoou ontem no Arco do Triunfo, em Paris, pela primeira vez na história do Dia do Armistício, a festa nacional francesa pelo fim da 1ª Guerra. Depois de festejar em Berlim a Queda do Muro, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel, participaram juntos dos festejos do 11 de Novembro, data que marca a vitória da França sobre a Alemanha, e da Tríplice Entente contra a Tríplice Aliança, em 1918.

AE, Agencia Estado

12 Novembro 2009 | 10h02

Em um símbolo da crescente "amizade franco-alemã", Sarkozy e Merkel reiteraram o objetivo dos dois países de caminhar juntos na União Europeia (UE). A cerimônia ocorreu no fim da manhã, quando todo o centro da capital foi bloqueado para a passagem dos líderes políticos.

Depois de acompanhar os hinos dos dois países, o presidente e a chanceler discursaram a poucos metros do Túmulo do Soldado Desconhecido. "Sua presença entre nós nesse 11 de novembro é um gesto excepcional de amizade que cada francês reconhece. Neste 11 de novembro não homenageamos a vitória de um povo, mas a dor que foi tão forte para um como para outro", disse Sarkozy, lembrando que a homenagem deste ano era a primeira sem a presença de nenhum veterano de 1918. "Viva a França, viva a Alemanha. Viva nossos dois países, que não devem jamais a voltar a conhecer a guerra."

Merkel afirmou que seu país tem de reconhecer sua história, mas acentuou o tom sobre a reconciliação entre franceses e alemães após o término da 2ª Guerra - o terceiro grande conflito armado entre os dois países em menos de 100 anos. "A França estendeu a mão à Alemanha para se reconciliar, e a Alemanha não vai jamais esquecer isso", reconheceu, propondo mais um significado à data: "Hoje, o 11 de novembro é um dia de comemoração da paz na Europa." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Alemanha França aliança

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.