Remy de la Mauviniere/AP
Remy de la Mauviniere/AP

Mesma arma foi usada em ataque a escola e a militares na França

Policial, que falou na condição de anonimato, disse que motivo dos disparos não estão claros

AE, Agência Estado

19 de março de 2012 | 13h20

TOULOUSE, FRANÇA - Um policial francês disse que a mesma arma foi usada no assassinato de quatro pessoas numa escola judaica nesta segunda-feira, 19, e na morte de três militares paraquedistas na semana passada.

O policial disse que o homem que atirou e matou três crianças e um rabino numa escola da cidade de Toulouse, sudoeste da França, fez 15 disparos com a arma. Segundo ele, a mesma armas foi usada em dois ataques na semana passada.

Num deles, em Toulouse, um paraquedista foi morto. No outro, ocorrido na cidade de Montauban, nas proximidades, dois outros militares morreram e um ficou seriamente ferido. O policial falou em condição de anonimato, porque a investigação ainda está em curso. Não se sabe qual teria sido o motivo dos disparos.

 

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Françatiroteioescolaarma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.