Mesmo após cessar-fogo, explosões são ouvidas em Gaza

Mesmo após o movimento de resistência islâmica Hamas e o partido nacionalista Fatah terem anunciado que haviam chegado a um cessar-fogo, a fim de colocar um ponto final nos confrontos entre as facções, o amanhecer de terça-feira na Faixa de Gaza deixa dúvidas quanto à validade do acordo.A previsão inicial era de que o fim dos combates entrasse em vigor às 3 horas desta terça-feira (23 horas de Brasília desta segunda-feira), no entanto, o barulho de tiros e explosões podia ser ouvido, vindo da região central da cidade.Este é mais um acordo selado entre os grupos na tentativa de manter o atual governo palestino, sob comando do Hamas, e que vem sofrendo um boicote de alguns países, como Israel e Estados Unidos, devido às disputas políticas e a não aceitação do Estado de Israel por parte do Hamas.Desde novembro, Israel mantém um tratado de cessar-fogo semelhante com os palestinos instalados na Faixa de Gaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.