Mesmo fraco, papa mantém peregrinação na Eslováquia

O papa João Paulo II continuou nesta sexta-feira a peregrinação de quatro dias pela região central da Eslováquia, para onde leva uma mensagem de renovação espiritual, após um início vacilante da viagem. O pontífice, de 83 anos, parecia estar mais atento quando presidiu uma missa diante de dezenas de milhares de peregrinos que suportaram o frio em Banaska Bystrica, centro do levante eslovaco contra os simpatizantes dos nazistas que tinham o poder local durante a Segunda Guerra.O papa falou em eslovaco com a voz trêmula. Deu graças a Deus por permitir "outra viagem apostólica em nome de Cristo". Mas logo depois de começar a homilia, João Paulo II pediu ao cardeal Jozef Tomko para que lesse o resto do discurso. Mais tarde, durante uma reunião com líderes religiosos eslovacos, o pontífice parecia exausto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.