Google Maps
Google Maps

Mesquita cheia de fiéis em Cabul é alvo de ataque

Ministério do Interior trata ação como ‘atentado terrorista’; informações preliminares falam em ao menos quatro mortos e oito feridos

O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2017 | 14h42

CABUL - Uma mesquita em Cabul, capital afegã, foi alvo de um ataque nesta quinta-feira, 15, no que o Ministério do Interior já descreve como um “atentado terrorista”. Informações preliminares falam em ao menos quatro mortos e oito feridos.

O porta-voz do Ministério, Najib Danesh, disse que policiais já foram enviados ao local onde houve uma ação suicida. "Ataque terrorista na mesquita de Al Zahra, oeste de Cabul. As forças especiais foram enviadas ao local", indicou o porta-voz em sua conta no Twitter. 

A ação aconteceu em um momento no qual as mesquitas da cidade ficam cheias de fiéis para uma noite de orações religiosas como parte do mês sagrado do Ramadã. O suicida se imolou na cozinha da mesquita depois que a polícia o impediu de entrar no prédio principal, segundo as autoridades. Também foram ouvidos muitos disparos.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque até o momento, mas os bairros de minoria xiita são alvos constantes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI). 

A capital afegã ainda está abalada com o atentado de 31 de  maio, quando um caminhão-bomba matou 150 pessoas e deixou dezenas de feridos em um bairro diplomático, no pior ataque registrado em Cabul desde 2001.

A mesquita de Al Zahra é frequentada pela minoria xiita da cidade. / REUTERS, AFP e AP

Tudo o que sabemos sobre:
TerrorismoAfeganistãoCABUL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.