Ettiene Laurent / Efe
Ettiene Laurent / Efe

Mesquitas são atacadas na madrugada na França após atentado

Polícia registra ao menos duas ocorrências envolvendo mesquitas e locais frequentados pela comunidade islâmica nas últimas horas

FERNANDO NAKAGAWA, ENVIADO ESPECIAL / PARIS

08 de janeiro de 2015 | 09h38

PARIS - Alguns locais de culto muçulmano teriam sido atacados durante a noite na França em ações que não deixaram vítimas. As ações surgem após o atentado contra a redação do jornal Charlie Hebdo em Paris. Segundo a agência France-Press, pelo menos duas ocorrências envolvendo mesquitas ou outros locais teriam sido registradas durante a noite de quarta e madrugada de quinta-feira.

Em Le Mans, pelo menos um tiro teria sido disparado e três granadas teriam sido lançadas contra uma mesquita por volta das 23h30 no horário local de quarta-feira. Dois disparos foram registrados também em Port-la-Nouvelle contra um local usado para orações. As informações foram obtidas com fontes da AFP que pediram para não serem identificadas. As autoridades suspeitam que os casos podem ser uma reação ao atentado que deixou 12 mortos.

Caçada. Horas mais tarde, a polícia francesa localizou dois suspeitos do ataque ao jornal Charlie Hebdo, que deixou 12 mortos ontem. Na madrugada, ao menos sete pessoas foram presas, acusadas de terem colaborado com o planejamento do atentado. 

Ataque. Na zona sul de Paris, um novo atentado matou uma agente policial e deixou um ferido na manhã desta quinta-feira, 8, em Paris. De acordo com o Ministério do Interior, um homem armado e vestindo colete à prova de balas abriu fogo em Porte de Chatillon, zona sul de Paris, na divisa com a cidade de Montrouge.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaCharlie Hebdoterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.