Meta é "prender ou matar" líder xiita radical, diz general

O clérigo radical Muqtada al-Sadr, principal instigador da revolta xiita contra a ocupação do Iraque, atendeu a uma exigência das forças americanas e liberou as delegacias de polícia e prédios públicos das cidades de Najaf e Karbala que estavam sob ocupação de seu exército particular, a milícia al-Mahdi. Tropas dos EUA já se aproximam de Najaf, onde acredita-se que al-Sadr esteja refugiado. Segundo o mais alto oficial americano no Iraque, general Ricardo Sanchez, ?a missão das forças americanas é matar ou prender Muqtada al-Sadr?.Iraquianos aliados aos EUA vêm negociando tanto com os sunitas sublevados em Faluja quanto com os xiitas de al-Sadr, numa tentativa de pôr fim às duas rebeliões. Tropas americanas reforçam os efetivos em ambos os focos de conflito e ameaçam desfechar novos ataques se as conversações falharem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.