Metrô de Washington terá detector de armas biológicas

O metrô de Washington será o primeiro em todo o mundo a receber detectores de armas biológicas e químicas, informou hoje o jornal The Washington Post. A direção do metrô pediu US$ 190 milhões ao governo para instalar os sensores em todas as estações. Segundo o jornal, já existem equipamentos especiais sendo testados secretamente em pelo menos dois terminais. "O programa denominado Protect será agora estendido às demais estações", sustenta o diário americano. Mais de 40% do funcionalismo federal americano usa o metrô de Washington para ir ao trabalho. Leia o especial

Agencia Estado,

16 Outubro 2001 | 16h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.