Metrô londrino terá placa em memória de Jean Charles

A família do brasileiro Jean Charles de Menezes, morto a tiros pela polícia londrina após ser confundido com um terrorista, afirmou hoje que recebeu permissão das autoridades locais para instalar uma placa em memória do brasileiro. A homenagem deve ficar em frente à estação de metrô onde Jean Charles morreu.

AE-AP, Agencia Estado

10 de dezembro de 2009 | 15h25

O brasileiro foi morto pela polícia em 22 de julho de 2005, quando agentes de segurança britânicos buscavam terroristas envolvidos em um ataque ao sistema de transportes de Londres no dia anterior.

A família informou que as autoridades de transporte permitiram que fosse colocado um mosaico na parede perto da entrada da estação de Stockwell, no sul da capital. Atualmente, há um memorial temporário para Jean Charles, na entrada da estação, com fotografias e cartazes. O mosaico será inaugurado no dia 7 de janeiro de 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.