Metroviários protestam contra aumento de preço

Os funcionários do metrô de Buenos Aires liberaram por três horas as catracas para os passageiros em protesto contra o aumento do preço da passagem. O bilhete para uma viagem na capital aumentou em 100%. Passou a custar o equivalente a cerca de R$ 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.