Mexicanos criticam proposta dos EUA para deportação

Grupos de defensores de imigrantes mexicanos nos Estados Unidos criticaram a proposta do governo americano, que quer deportar os ilegais diretamente para suas cidades de origem, em vez de deixá-los na fronteira do México. Um programa similar implementado em meados da década de 90 foi suspenso devido a objeções dos mexicanos.O secretário de Segurança Interna dos EUA, Tom Ridge, e o secretário de Interior do México, Santiago Creel, disseram no fim da noite de sexta-feira acreditar que um acordo de repatriação entre os dois países será fechado em meados do ano. Segundo Ridge, a proposta evitará mortes de imigrantes e servirá para coibir a ação de contrabandistas.Entretanto, os poucos detalhes divulgados sobre o plano dificultam a obtenção de um acordo definitivo, devido à preocupação das autoridades mexicanas sobre sua soberania e às queixas dos imigrantes.A diferença de opinião entre mexicanos ficou evidente na noite de sexta, quando Creel lembrou que os imigrantes não poderiam ser levados à força a suas cidades de origem. "Isso deve ser voluntário", comentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.