Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mexicanos podem ser legalizados nos EUA

Bush anunciou na semana passada que acatará decisão de uma painel do Acordo Norte Americano de Livre Comércio, o NAFTA, que recomendou a abertura das fronteiras americanas a caminhões de transporte mexicano, uma obrigação que Washington assumiu no tratado mas que até agora não cumpriu sob a alegação de problemas de segurança. A Casa Branca sinalizou também sua disposição de estudar uma expansão do programa de vistos para trabalhadores temporários, uma das formas pelas quais Fox busca a regularização da situação dos cerca de 300 mil mexicanos que procuram trabalho todos os anos nos EUA e dos estimados 6 milhões que vivem ilegalmente no país.Mas a visão de Fox, de usar o NAFTA como um estágio inicial de uma integração mais profunda na América do Norte, ao estilo da União Européia, ainda não tem muitos aliados na nova administração ou no Congresso americanos.Bush, por seu lado, quer conversar com Fox sobre as possibilidades de uma maior cooperação com o México no setor de energia. Embora o líder mexicano tenha suas mãos amarradas pelas leis e pela realidade política e econômica de seu país para avançar muito nessa área, ele deu um sinal positivo de desejo de reforma no monopólio estatal do petróleo mexicano na véspera da chegada de Fox, nomeando três dos mais conhecidos empresários do país para o conselho de diretores da estatal Pemex.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.