Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

México: Câmara aprova reforma no sistema previdenciário

A Câmara dos Deputados do México aprovou na quinta-feira, 22, apesar da oposição da esquerda, uma polêmica lei que permite que as pensões dos aposentados do Instituto de Segurança e Serviços Sociais para Trabalhadores do Estado (ISSSTE) sejam administradas como fundos privados.O presidente do México, Felipe Calderón, afirmou que a reforma da previdência será a mais importante mudança estrutural do país em "provavelmente uma década".A lei, aprovada num clima de protestos e após mais de quatro horas de discussões, "dá viabilidade financeira ao país", para Calderón."A solvência a longo prazo do México deverá reduzir o risco-país. Em conseqüência, as condições de acesso ao crédito para trabalhadores e empresários vai melhorar", previu.A decisão da Câmara, que deverá ser ratificada pelo Senado, é "uma prova palpável de que podemos verdadeiramente chegar a um acordo além das diferenças políticas", apontou.Segundo o líder conservador, o passivo da Previdência equivale atualmente a 54% do Produto Interno Bruto (PIB) do México. No entanto, a nova lei vai economizar "mais de 20 pontos percentuais desse custo", afirmou.A reforma garante também os benefícios para "mais de 10 milhões de mexicanos", e permite que "o ISSSTE escape da quebra financeira", acrescentou.O Governo aportará ao fundo nos próximos três anos "mais de 8 bilhões de pesos (US$ 727 milhões)" para infra-estrutura e equipamentos, prometeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.